A Companhia

A Companhia Brasileira de Ballet, sob a direção de Jorge Texeira desde 1991, destaca-se no cenário das grandes companhias de dança do país. Durante esse período contabilizou seis grandes produções de ballet clássico de repertório e diversas outras montagens compostas por trechos de ballet de repertório, ballet clássico e, ainda, neo clássicas e contemporâneas. Apresentou-se em nove estados do país, mais de 30 cidades brasileiras, e também em palcos internacionais, como Argentina, México, Estados Unidos, Suíça, China e Mônaco. No ano de 2012, representou o Brasil no “Karmiel Dance Festival” em Israel, seguindo em tournée por sete cidades daquele país, e ainda na Colômbia, onde apresentou sua versão completa do ballet “O Quebra Nozes”, para um público de mais de 10 mil pessoas, em ambos alcançando grande sucesso de crítica e público.

O sucesso da Cia é atribuído à sua longa trajetória, à inquestionável qualidade, brilhantismo e técnica dos seus bailarinos, e sem dúvida ao privilégio, de muitas vezes, dançarem ao lado de referências na dança nacional e mundial, como Ana Botafogo, Áurea Hammerly, Cecíla Kerche, Cláudia Motta e Marcelo Misailidis, todos do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Marianela Nuñez, Roberta Marques e Thiago Soares, do Royal Ballet, Renata Pavan e Herman Cornejo, do Américan Ballet Theatre , Vitor Luís e Lorena Feijoo, do San Francisco Ballet, Juan Pablo Ledo, do Teatro Colón, Aidos Zakan, do Ballet Teatro Michailov, e Rolando Sarabia numa co-produção do Ballet Don Quixote junto ao The Cuban Classical Ballet of Miami.

A grandeza artística, a seriedade e o profissionalismo da companhia garantiu também inúmeros prêmios nacionais e internacionais.